MIT-CityHome-2

Apartamento personalizável e comandado por gestos e voz, faz um espaço pequeno ficar 3 vezes maior

60 metros quadrados é todo o espaço que esse apartamento cheio de tecnologia precisa para proporcionar a seu usuário, conforto e uma praticidade sem igual. O projeto CityHome desenvolvido pelo MIT media lab promete revolucionar qualquer espaço habitável, facilitando a vida de pessoas que necessitam de um local multifuncional sem dispor de muito espaço.

Em uma área considerada mínima para se instalar o modelo, os desenvolvedores do CityHome conseguiram reunir tudo o que é necessário para se viver de maneira confortável, modificando completamento a percepção de espaço de quem está no ambiente. Ou seja, o observador, mesmo estando em um espaço diminuto, se sente como se estivesse morando em um apartamento espaçoso, cerca de 3 vezes maior.

Em uma caixa mecânica localizada no centro do apartamento ficam localizados diversos recursos que dão ao grande móvel uma grande gama de funcionalidades que ficam ocultas até que recebam o comando do proprietário. Com apenas um aceno de mão ou mesmo um comando de voz, é possível fazer a cama surgir da parte inferior do cubo ou a mesa de jantar aparecer em sua lateral. Além disso, o módulo pode se mover alguns metros em dois sentidos estendendo ou comprimindo o espaço de acordo com cada tipo de atividade realizada.

Segundo o principal pesquisador do modelo, Kent Larson, o valor investido na aquisição da tecnologia, acaba sendo menos significativo quando comparado à economia na compra de um imóvel mobiliado. Larson ainda assegura que a CityHome não é apenas um conceito, mas um produto viável que pode ser visto em breve sendo comercializado por diversos países.

Deixe sua opinião