LAHO-House-Arquitetura-Sustentavel-02.jpgCapa

Colorindo uma casa com madeira reaproveitada

Escritório israelense projeta casa utilizando madeira reaproveitada e cria espaço multicolorido inspirador.


A madeira é certamente um dos materiais mais abundantes no planeta. E em toda a história da humanidade sempre foi o mais utilizado, seja para fazer fogo ou para construir moradias, barcos, pontes, utensílios, etc… Mesmo com o desenvolvimento da sociedade e das tecnologias, a demanda por madeira só aumenta e com isso, sua exploração se torna ainda mais delicada.

Mesmo sendo um material abundante e renovável, não significa que o uso da madeira deve ser desenfreado, muito menos de maneira irresponsável. As madeiras de áreas de reflorestamento ou reutilizadas surgem como opção menos impactante para o mercado e tem sido buscadas por profissionais de diversos setores.

O escritório Brahma-Architects transformou resíduos descartados em tesouro através de um projeto residencial localizado em Hofit, um assentamento comunal em Israel. A casa com área total de 300 metros quadrados foi construída para uma família que desejava um espaço simples, arejado e que favorecesse a vista do espaço aberto. Mesmo construída em sua maior parte com concreto, a característica mais marcante é um ambiente multicolorido construído com madeira reaproveitada.

Foto: Sharon Tzarfati

Foto: Sharon Tzarfati

A LAHO House tem uma implantação não tão convencional, ela fica localizada em uma das quinas do seu terreno liberando uma grande área para jardim. Na edificação, piso e teto foram construídos de concreto aparente enquanto as paredes são de estuque, método tradicional de argamassa que mistura areia, água e cal. Os ambientes são divididos basicamente em áreas para atividades diurnas e noturnas, e internas e externas. De um lado há cozinha, sala de estar e estúdio enquanto no fundo da edificação ficam os espaços íntimos como quartos e banheiros.

No eixo horizontal da residência, uma varanda coberta atrai a visão e dilui a divisão entre ambientes internos e externos proporcionando um espaço de relaxamento para contemplar a vista do jardim. Já interessante por si só, a varanda foi revestida com várias ripas e pedaços de madeira de diversas cores e texturas dando ao ambiente um tom ainda mais inspirador. Uma das paredes de madeira colorida segue até o interior da casa dividindo sala de estar e estúdio levando para esses ambientes um aspecto mais artístico e criativo, em contraste com as lajes de concreto cinza e paredes brancas.

Foto: Sharon Tzarfati

Foto: Sharon Tzarfati

Foto: Sharon Tzarfati

Foto: Sharon Tzarfati

Foto: Sharon Tzarfati

Foto: Sharon Tzarfati

Foto: Sharon Tzarfati

Foto: Sharon Tzarfati

De tão atrativo, o ambiente se tornou o local mais importante da casa, onde se pode tirar algumas horas para descansar, tomar um café, ler e fazer refeições ao ar livre. O resultado foi tão impressionante que algumas peças de mobiliário espalhadas pela casa seguiram o mesmo estilo e com o uso das madeiras reaproveitadas se tornaram peças únicas.

A construção foi concluída em 2015 em um terreno de 1000 metros quadrados pelos arquitetos Eran Shemesh e Azriel From.

Foto: Sharon Tzarfati

Foto: Sharon Tzarfati

Foto: Sharon Tzarfati

Foto: Sharon Tzarfati

Comentários (4)

  1. Marinilce Costa Mari Costa

    Não entendo nada de arquitetura ou engenharia civil. Queria saber se é possível construir uma casa utilizando pallets, madeira de demolição, vidros reciclados, de forma a ficar bem sustentável. Agradeço se puder me ajudar.

    1. Romeu

      É claro que sim….. hoje em dia da para construir só com material de demolição basta procurar no lugar certo e aplicar também no lugar certo para ser…

Deixe sua opinião