Horta-comunitaria-na-Suiça---Arquitetura-Sustentavel

Moradores de bairro na Suíça plantam seu próprio alimento e compartilham com os vizinhos

Essa imagem que você está vendo acima é a paisagem da Avenida Crozet em Genebra na Suíça. Lá, os jardins das casas da vizinhança foram transformados em hortas comunitárias, onde, todos os vizinhos podem desfrutar dos alimentos colhidos nas plantações.

Funciona assim: Cada família planta determinado alimento no jardim de sua casa. Posteriormente, esses alimentos são trocados por outros alimentos plantados em jardins vizinhos. Dessa forma, através da troca, o bairro se tornou uma grande horta comunitária que oferece alimentos para todos os seus moradores.

O conceito é antigo e foi criado pelo médico alemão Moritz Schreber no século 19. No ano de 1864, durante uma campanha para aumentar o número de áreas de lazer para as crianças em alguns bairros de países na Europa, os espaços externos das casas começaram a ganhar outro uso. Foi nessas áreas que as famílias começaram a plantar  e cultivar alimentos para seu próprio consumo. Mais tarde a ideia ganhou força e países como Áustria e Suíça também aderiram.

Hoje, em alguns países europeus, a prática do cultivo do próprio alimento é protegida por lei. Em 2003, o governo russo assinou a Lei da Horta Privada, na qual, todo cidadão tem o direito à parcelas de terra para plantio totalmente de graça.

No Google Maps você pode encontrar a horta comunitária de Genebra.

Bem que essa ideia poderia pegar no Brasil né?!


Exibir mapa ampliado

Comentários (28)

  1. Clara Martins

    Queria isso aqui no Brasil..

  2. roberta barros

    Aqui em Tatui e uma briga pra produzir qualquer tipo de vegetal…a horta e constantemente atacada por lagartas e formigas. Tambem as plantações vizinhas sao bombardeadas com todo tipo de pesticidas e agrotoxicos o que faz com que os insetos ataquem aonde nao foi utilizado este tipo de química. Com a pratica de monocultura (cana de acucar) piorou ainda mais a situação. No condominio aonde moro havia uma horta linda mas deu espaço a mais uma residência de luxo. Nao vou desistir…estou economizando pra montar uma estufa. Quem sabe os vizinhos gostem da ideia. Agora inspiracao nao falta.

  3. Washington

    Muito bom… Essa ídeia deve ser seguida em todos os países.

  4. Claudio Lente

    Vamos ser criadores do nosso futuro. Incentivar, difundir, apoiar e também fazermos com que as hortas existam, o verde e a natureza estejam ao nosso redor. Somos parte dela.

  5. Fábio Castro de Souza

    São “jardins de verão” são espaços que vc aluga durante o verão planta verduras, frutas etc!!! Só que não e permitido morar nestes espaços!!! Funciona em vários países da Europa!!!!!

    Mas a ideia e legal!!!!! O pessoal geralmente trabalha aí no fim de semana!!!!! E uma forma de aliviar o stress, e naturalmente produzir alimentos sem agrotóxicos! Mas não e um bairro residencial!!!

    E expressamente proibido usar esse espaço com local de residência. A própria foto já desmente!!!! Cade as ruas?

  6. Cleusa Guedes

    Há Há…no Brasil o povo prefere bolsa família. Não dá trabalho prá plantar e os políticos conseguem dar o jeitinho brasileiro de fraudar…rsrs…

  7. Josaphat

    No Brasil uma pessoa planta seu próprio alimento e o vizinho rouba !1

  8. Cássio Landim

    Aí pessoal ajudem a compartilhar o meu projeto de vizinhança sustentável! É uma rede social sem fins lucrativos que se chama urbanfarmtrading! Ainda está na versão beta, mas já dá pra você cadastrar lá o que você tem sobrando e pelo quê você deseja trocar. Vou deixar o link aqui: http://urbanfarmtrading.org/ Força na permacultura aí!!!!

  9. watson portella

    Infelizmente se eu fizer isso aqui em casa, não terei sossego, pois a vizinhança ficará dia e noite apertando a campainha pra pedir algo e se eu disser não, me mandam praquele lugar… meu pai tinha 2 pés de mexerica em nosso jardim e ficavam toda hora pedindo e até pulando o muro pra roubar… só tivemos sossego quando ele derrubou os 2 pés de mexerica!!! Aqui ninguém está a fim de perder tempo cultivando no jardim… preferem pedir ou roubar, mesmo quando podem comprar na feira ou no supermercado!

  10. JOSE SILVA FERREIRA

    O PENSAMENTO SECOU JUNTO COM A IMAGINAÇAÕ,SÓ RESTA AGORA DESENVOLVER O RACIOCINIO. O PENSAMENTO DIVIDE E O RACIOCINIO UNE;

  11. Matheus

    pena que no Brasil, o governo taxaria as hortas em sei lá…40%, o sindicato dos plantadores de horta queimariam tratores e fariam marchas estradas de terra interior a dentro…

  12. fafa

    aqui no Brasil é mais fácil mendigar que trabalhar …ainda tem o bolsa família criando gerações de mendigos cativos do governo….trabalhar pra que se o governo dá esmola??????

  13. Marilene Machado Caldas

    GOSTARIA DE ACONTERCER AQUI NO BRASIL , TENDO A INICIATIVA DAS PRÓPRIOS MORADORES, E UMA BOA ORIENTAÇÃO. JA TEM UMA NOÇÃO DE HORTA CASEIRA ATRAVÉS DA FUNDAÇÃO MOKITI OKADA. MUITO OBRIGADA

  14. Daniel Soap

    Aqui no Brasil, o governo tomaria tudo no ato dessa torca voluntária…
    com a legitimidade de leis estúpidas…=
    alegariam que não estamos pagando imposto ou que é para nossa segurança, ou alguma desculpa governamental.

    Suíça é um dos países mais livres em relação a economia (quarto país mais capitalista do mundo)
    Onde há liberdade, há prosperidade.

  15. Graçaliz

    Quem disse que no Brasil não tem hortas urbanas? Olhá aí: http://hortadascorujas.wordpress.com/hortas-urbanas/ e http://www1.folha.uol.com.br/comida/2013/05/1286142-hortas-urbanas-produzem-de-couve-a-feijao-a-poucos-metros-do-asfalto.shtml
    O segundo link está mais completo. Às vezes, ao invés de criticar, é bom colocar a mão na obra…

  16. Leonardo Avilla

    Acho ótimo, desde que seja um ato voluntário.

  17. Bruno Giorgi

    Sério, quanto comentário improdutivo. No Brasil não daria certo por causa disso, não daria certo por causa daquilo, mas no exterior é tudo lindo e maravilhoso, que complexo de vira-lata mais batido. Tem sim muito brasileiro fazendo, a Graçaliz postou alguns links no comentário dela, mas tem muito mais coisa rolando. Parem de reclamar que o outro não faz, que não faz pq tá chuva ou pe não tá chuva, pq tá sol ou pq não tá sol, muito mimimi… Aproveitem a inspiração, façam e inspirem outras pessoas à fazer também.

  18. hortenila

    Engraçado é que isso, essa coisa linda e boa para todos, acontece em países que te um clima desfavorável para hortas e da certo. Aqui no Brasil, onde o ano todo é favorável, tanto difícil de adotar essa prática. Além do produto ser sem agrotóxico, deixa o espaço muito mais colorido.

  19. fernanda

    “Em 2003, o governo russo assinou a Lei da Horta Privada, na qual, todo cidadão tem o direito à parcelas de terra para plantio totalmente de graça”. SE UMA PESSOA TEM UMA PROPRIEDADE COM QUINTAL,TERRAS O GOVERNO OU OUTROS CIDADAOS NAO TEM O PODER DE DETERMINAR SE ELA PODE FAZER UMA HORTINHA OU NAO, PORQUE NAO SAO DELES A PROPRIEDADE. COMUNISMO É ISSO! O GOVERNO TOMA O QUE É SEU E DEPOIS TE AUTORIZA A USAR SUA TERRA.

  20. Iva Maria

    A idéia é genial, vou começar fazendo minha horta na cozinha !

  21. Felipe Fernandez

    Sim, vocês podem indicar leituras para aplicar tal prática no Brasil?

  22. André

    Já ouviram falar de Cuba? Lá não é só em um bairro que fazem isso. Mas na suíça é gourmet né…

    1. Fernando

      hahaha CUBA????????????
      Lá todos são escravos do Estado! Ninguem faz isso lá! Acorde!

  23. Helio L. Musskopf

    Tive oportunidade de conhecer, na Alemanha, em Köln (Colônia), um SCHREBER-GARTEN.
    É, além de tudo, uma ótima terapia ocupacional, onde as pessoas se ocupam prazerosamente!

  24. regina ferreira

    Enqto no Brasil muito trabalhadores rurais morrem na luta por um pedaço de terra para plantar…

  25. claudia chaves cabral

    Não é difícil, basta querer e trabalhar para que isso aconteça.

  26. Rosimeire

    Maravilha de ideia. Quero fazer ao meu redor, com meus vizinhos.

  27. Gerson F Borges

    O que parece ser casas na verdade não são. Ninguem mora neste lugar. São espaços alugados com o proposito de plantar.
    Olhem no google maps street view para ver que as “casas” são muito pequenas. São baracões de apoio.

Deixe sua opinião